Ataque aéreo dos EUA no Paquistão mata 14 pessoas

Um avião teleguiado dos Estados Unidos disparou nesta terça-feira um míssil numa região paquistanesa de forte presença do Taliban, próximo à fronteira do Afeganistão, matando ao menos 14 militantes, informaram autoridades de inteligência e moradores.

REUTERS

07 de julho de 2009 | 12h14

Os Estados Unidos, lutando contra uma intensificada insurgência afegã, começaram os ataques com aviões não-tripulados na região noroeste paquistanesa militante há um ano, apesar das reclamações de seu aliado Paquistão.

O último ataque foi na região do Waziristão do Sul, de forte presença do Taliban paquistanês sob liderança de Baitullah Mehsud, informaram as autoridades e moradores.

"Quatorze militantes foram mortos e vários ficaram feridos no ataque que tinha como alvo um importante complexo de Baitullah Mehsud", disse Jan Mohammad Mehsud, um morador da área.

Uma autoridade da agência de inteligência do Paquistão informou que quatro ou cinco estrangeiros estavam entre as 14 pessoas assassinadas, mas ela não tinha mais informações sobre suas identidades.

Outra autoridade da inteligência disse que mais de 17 pessoas morreram. Cerca de 70 militantes foram assassinados em um ataque semelhante na mesma região no mês passado.

(Por Alamgir Bitani)

Tudo o que sabemos sobre:
PAQUISTAOMORREMQUATORZE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.