Ataque aéreo israelense mata mais um líder palestino

Um helicóptero israelense disparou um míssil contra um carro na cidade palestina de Khan Younis, matando Ali al-Shaer, membro dos Comitês de Resistência Popular, denominação que reúne dissidentes de diversos grupos radicais palestinos. Fontes militares israelenses dizem que o verdadeiro alvo do ataque era outro ocupante do carro, Mohammed Abu Nasira, comandante dos Comitês no sul de Gaza.Abu Nasira sofreu queimaduras graves e, já no hospital, ameaçou vingar-se. ?Os crimes israelenses não ficarão sem castigo?, disse ele à Associated Press por telefone. ?Continuarei com a missão de aterrorizar o inimigo, e venceremos a batalha?. Centenas de pessoas reuniram-se ao redor do carro atingido, depois que o míssil incinerou o banco dos passageiros, retorcendo o metal, mas deixando a parte dianteira do veículo intacta.O grupo Resistência Popular esteve por trás das explosões que destruíram dois tanques israelenses e, acredita-se, envolveu-se na destruição de um veículo de um comboio da embaixada americana, matando três seguranças.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.