Youssef Boudlal/Reuters
Youssef Boudlal/Reuters

Ataque aéreo mata ao menos 18 pessoas na Síria

Caças do governo bombardearam a cidade de Al-Bab, no norte do país

AE, Agência Estado

03 de setembro de 2012 | 09h56

BEIRUTE - Caças do governo bombardearam nesta segunda-feira, 3, a cidade de Al-Bab, norte da Síria, matando ao menos 18 pessoas, informaram ativistas. O Observatório Sírio para os Direitos Humanos e os Comitês de Coordenação Locais disseram também que os ataques aéreos visaram uma área residencial.

Veja também:

link Rebeldes sírios derrubaram caça do regime, dizem ativitas

link Após encontro, Rajoy e Hollande defendem saída de Assad do poder

Os ativistas também reportaram casos de violência em outras regiões da Síria, incluindo subúrbios de Damasco; em Deir el-Zour, leste do país; bem como nas cidades de Daara, no sul, e Idlib e Alepo no norte. A imprensa estatal síria afirmou que uma bomba explodiu em uma estrada em Jaramana, subúrbio da capital, ferindo diversas pessoas.

Um vídeo amador filmado após o ataque aéreo, mostra homens revirando destroços em busca de sobreviventes. Desde o início da revolta contra o presidente Bashar Assad, em março de 2011, mais de 23 mil pessoas foram mortas.

Com AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.