Ataque aéreo mata líder talibã no Afeganistão

As forças da Otan lançaram neste domingo "um ataque aéreo de precisão" no qual morreram um líder talibã e outro insurgente na localidade de Moussa Qala (sul), tomada pelos rebeldes na quinta-feira passada.O anúncio foi feito por Collins em Cabul após uma cerimônia oficial na qual o Reino Unido passou o comando das forças da Otan no Afeganistão aos EUA."Segundo nossas informações, os talibãs ainda estão operando dentro de Moussa Qala e estão reforçando suas posições", acrescentou o porta-voz.Também indicou que as forças da Isaf aguardam a decisão do Governo afegão para lançar uma ofensiva para tentar expulsar os talibãs dessa localidade, situada na conflituosa província meridional de Helmand.Na quinta-feira passada, várias centenas de militantes talibãs entraram em Moussa Qala, atacaram o complexo de escritórios oficiais do distrito e colocaram sua bandeira no edifício administrativo principal.Em outubro do ano passado, um polêmico acordo foi assinado para que a Otan se retirasse da região e passasse o poder aos líderes tribais, em troca do comprometimento de que eles garantiriam a segurança e evitariam que os talibãs entrassem na cidade.O pacto foi criticado por vários organismos internacionais e representantes diplomáticos, que assinalaram que só servia para reforçar os insurgentes.A ofensiva talibã aconteceu três dias depois de a Aliança bombardear uma suposta base rebelde nas proximidades de Moussa Qala e matar o irmão de um comandante talibã, em uma operação que os rebeldes consideraram como uma violação do acordo de outubro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.