Ataque americano mata 8 iraquianos de uma mesma família

Oito civis iraquianos de uma mesma família morreram neste sábado quando um avião de combate americano bombardeou uma casa em Faluja, a oeste de Bagdá, segundo fontes policiais iraquianas citadas pela rede de televisão "Al Jazira".O Exército americano nega que tenha feito operações em Faluja ou na região vizinha nos últimos três dias, segundo um porta-voz do Comando Central americano no Catar.Entre as vítimas - oito mortos e seis feridos - há várias crianças e mulheres, segundo as fontes. As testemunhas entrevistadas pela "Al Jazira" afirmaram que um único caça americano bombardeou uma casa na aldeia de Ibrahim Ali, a nordeste de Faluja.A emissora mostrou imagens da casa bombardeada, nas quais corpos de crianças podiam ser vistos, e depois exibiu os oito caixões, enquanto os parentes dos mortos gritavam indignados com o massacre.Ainda não se sabe se a casa foi atacada por erro, como em algumas ocasiões anteriores, ou se foi escolhida como alvo porque havia a suspeita de que ali se escondiam insurgentes.Cerca de 50 pessoas morreram em Bagdá e em outras regiões do Iraque neste sábado em uma série de atentados com bombas, carros-bomba e outros tipos de ataques de grupos rebeldes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.