Ataque americano mata cinco talebans no Afeganistão

Segundo americanos, tropas atacaram veículo no qual viajava um responsável pelo seqüestro de jornalista italiana

Efe,

03 de dezembro de 2007 | 05h19

Pelo menos cinco supostos talebans morreram em um bombardeio no sul do Afeganistão, informou nesta segunda-feira, 3, em comunicado o comando dos Estados Unidos no país asiático. O bombardeio ocorreu neste domingo, 2, no distrito de Moussa Qala, na sulina província afegã de Helmand, quando tropas americanas localizaram um veículo no qual viajava um suposto responsável pelo seqüestro do jornalista italiano Daniele Mastrogiacomo, que ocorreu em março. As tropas solicitaram o apoio aéreo e um avião lançou um ataque de precisão que destruiu o veículo e matou o suposto dirigente taleban e seus quatro companheiros. Segundo o comunicado, o dirigente estava implicado em vários atentados fatais contra tropas e bases americanas no Afeganistão, além de ter tomado parte no seqüestro do jornalista italiano. Mastrogiacomo, um jornalista de 52 anos do diário italiano La Repubblica, foi seqüestrado no dia 4 de março em companhia de um intérprete e um motorista, ambos afegãos, em Helmand. O jornalista italiano foi posto em liberdade duas semanas depois do seqüestro, em troca da libertação de cinco presos talebans. No entanto, seus acompanhantes afegãos foram assassinados.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoTaleban

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.