AP Photo/Hassan Ammar
AP Photo/Hassan Ammar

Ataque americano 'não ficará sem consequências', diz embaixador russo nos EUA

Anatoly Antonov afirmou que 'avisos não foram ouvidos' e que 'Estados Unidos não tem direito moral para culpar outros países'

O Estado de S. Paulo, O Estado de S.Paulo

14 Abril 2018 | 00h03

WASHINGTON – O embaixador russo nos Estados Unidos, Anatoly Antonov, afirmou nesta sexta-feira, 13, por meio de comunicado que o ataque americano contra bases sírias “não ficará sem consequências”.

“Nossos avisos não foram ouvidos”, escreveu Antonov. “Novamente, estamos sendo ameaçados. Nós avisamos que tais ações não ficarão sem consequências”.

 

Na noite desta sexta-feira, o presidente americano Donald Trump anunciou um ataque contra três bases sírias ligadas ao suposto ataque químico que ocorreu em Duma, nos arredores de Damasco, na semana passada. 

+ Trump ordena ataque à Síria em resposta a uso de armas químicas

Os mísseis americanos miravam um centro de pesquisa em, Damasco, um depósito de supostas armas químicas em Homs, no oeste da Síria e um posto de comando próximo deste depósito.

+ ‘É o pior momento desde a Crise dos Mísseis’, diz especialista em Rússia e EUA

Antonov afirmou que “toda a responsabilidade” pelas ações seguintes aos ataques será de Washington, Londres e Paris. A França e o Reino Unido se aliaram aos Estados Unidos em uma coalização única para atacar o regime do presidente sírio Bashar Al-Assad.

+ THE ECONOMIST: Conflito sírio se agravou após debacle do Estado Islâmico

“Insultar o Presidente da Rússia é inaceitável e inadmissível”, escreveu Antonov. “Os Estados Unidos – o detentor do maior arsenal de armas químicas do mundo – não tem direito moral para culpar outros países.”

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.