Ataque atribuído às Farc mata três policiais no norte da Colômbia

Rebeldes ativaram campo minado em estrada; um oficial ficou ferido e outro está desaparecido

Efe,

13 de setembro de 2010 | 21h24

BOGOTÁ- Um novo ataque atribuído às Farc deixou três policiais mortos, um ferido e outro desaparecido nesta segunda-feira, 13, em uma zona rural do departamento (estado) do Norte de Santander, na fronteira com a Venezuela, afirmaram autoridades.

 

Veja também:

linkEquador prende quadrilha suspeita de dar apoio a guerrilhas da Colômbia

linkChanceler colombiana visita principais pontos da fronteira com a Venezuela

 

A emboscada ocorreu nas proximidades da pequena localidade de Tresbocas, que pertence ao município de Tibú, 700 km a noroeste de Bogotá. Os rebeldes ativaram um campo minado em uma estrada local quando os oficiais passavam de moto.

 

A secretária de governo do Norte de Santander, Margarita Silva, confirmou o ataque à Rádio Cadeia Nacional (RCN) e disse que os primeiros indícios apontam para as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, que atuam nessa região.

 

O comandante da polícia neste território, coronel Carlos Enrique Villadiego, disse que reforços foram enviados à região para retaliar aos rebeldes.

 

Na sexta passada, oito policiais morreram e quatro feridos em outro ataque atribuído às Farc na ponte internacional San Miguel, na fronteira da Colômbia do Equador.

 

Desde 7 de agosto, quando Juan Manuel Santos assumiu a presidência, foram registrados vários ataques de grupos armados no país, principalmente pelas Farc e pelo Exército de Libertação Nacional (ELN).

 

O mais grave ocorreu em 1º de setembro e deixou um saldo de 14 policiais mortos, em uma emboscada no departamento de Caquetá, no sul da Colômbia.

 

Cinco soldados morreram e 17 ficaram em 5 de setembro, em um atentado do ELN em uma zona rural do município de El Bagre, en Antioquia (noroeste).

 

Dois dias depois, seis policiais foram mortos em uma incursão conjunta das Farc e do ELN em uma zona rural da cidade de Samaniego, em Nariño, no sudoeste do país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.