Ataque com aviões de guerra fere 10 palestinos na Faixa de Gaza

Dez pessoas ficaram feridas depois que aviões de guerra israelenses F-16 atacarem com mísseis, na madrugada desta terça-feira, várias casas na Faixa de Gaza, supostamente utilizadas por militantes palestinos para armazenar armas de fabricação caseira.Testemunhas e fontes hospitalares afirmaram que quatro pessoas foram feridas no ataque a uma casa da Cidade de Gaza, no bairro Sheja´eya, que também provocou graves danos materiais. O impacto de um míssil ar-terra deixou uma grande cratera e ergueu colunas de fumaça e pó que se estenderam por toda a área. Segundo fontes da segurança palestina, algumas horas os representantes do Comitê da Cruz Vermelha Internacional tinham informado ao dono da casa, Omer al-Mamlook, que o Exército israelense pensava em destruir o local. Ele e sua família tinham abandonado a casa pouco antes do ataque.As mesmas fontes acrescentaram que mísseis, também lançados por aviões de guerra F-16, atingiram outras duas casas nas cidades de Khan Yunes e Rafah, ao sul da Faixa de Gaza, e que seis pessoas foram feridas.Um porta-voz do Exército israelense confirmou à rádio israelense os ataques. Ele alegou que os imóveis eram utilizados por militantes da Jihad Islâmica para armazenar armas e foguetes de fabricação caseira.O Exército israelense avisou que qualquer edifício utilizado pelos militantes para armazenar armas será alvo de seus aviões de guerra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.