Ataque com carro-bomba mata 19 pessoas no Iraque

Um carro-bomba com um suicida explodiu na entrada principal de uma prisão ao norte de Bagdá, matando pelo menos 19 pessoas e ferindo 22, informaram fontes do setor de segurança, pedindo anonimato. A explosão ocorreu por volta das 8h (hora local) na prisão de Hout, em Taji, cidade 25 quilômetros ao norte da capital do Iraque, disseram funcionários dos Ministérios do Interior e da Defesa.

AE, Agência Estado

28 de novembro de 2011 | 14h33

O agressor dirigiu o carro-bomba contra o portão da prisão às 8h da manhã desta segunda-feira, hora local, no momento em que carcereiros e policiais chegavam para o trabalho, disse um policial. Dez policiais estão entre os mortos e o restante é de civis. Ele disse que pelo menos 22 pessoas ficaram feridas. Dois funcionários de hospitais próximos ao local confirmaram o número de mortos e feridos.

Guardas e policiais dispararam para o alto após a explosão, temendo um segundo ataque que provocasse um número ainda maior de vítimas, disse o policial Hisham Ahmed. "Nossa patrulha correu para o local da explosão. Tudo ali estava tomado por fogo e fumaça. Vi os corpos de pelo menos quatro policiais despedaçados no lugar", disse Ahmed. "Mulheres estão entre os feridos", disse.

O porta-voz do militares iraquianos em Bagdá, Qassim al-Moussawi, disse que o objetivo dos atentados que voltaram a crescer no Iraque é abalar o moral das tropas e da polícia local, antes da retirada total das tropas dos Estados Unidos, prevista para o final de dezembro.

As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueviolênciaTajiHoutcarro-bomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.