Ataque com carros-bomba em capital da Síria mata 27

Um atentado com dois carros-bomba atingiu neste sábado Damasco, capital da Síria, deixando pelo menos 27 mortos e 97 feridos, segundo a TV estatal síria. A explosão atingiu edifícios de segurança e inteligência do Estado sírio.

AE, Agência Estado

17 de março de 2012 | 10h48

Outro atentado teria atingido um ônibus militar no campo de refugiados de Yarmouk, também em Damasco, mas não há maiores detalhes, segundo um oficial sírio que preferiu não se identificar.

Os ataques foram os últimos numa série de atentados suicidas, iniciada no final de dezembro, contra instalações militares do regime sírio.

Ninguém assumiu a autoria dos atentados, mas o governo culpa "forças terroristas" que estariam por trás do movimento popular contra o presidente Bashar Assad.

Oficiais da inteligência dos Estados Unidos acreditam que o grupo fundamentalista Al Qaeda estaria envolvido nos ataques. A oposição síria nega qualquer envolvimento com a Al Qaeda e acusa forças leais ao governo de terem tramado as explosões para desacreditar o levante contra Assad.

Mais de 8 mil pessoas teriam morrido na Síria desde que o movimento anti-Assad teve início em março do ano passado, segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU). As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Síriaataquescarros-bomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.