AP Photo/Jossy Ola
AP Photo/Jossy Ola

Ataque com duas mulheres-bomba mata 30 na Nigéria

Atentado ocorreu após 35 pessoas serem assassinadas entre ontem e hoje em vários ataques na cidade de Maiduguri, capital do Estado de Borno

O Estado de S. Paulo

28 de dezembro de 2015 | 18h42

YOLA - Pelo menos 30 pessoas morreram nesta segunda-feira, 28, na cidade de Madagali, no Estado de Adamawa, na Nigéria, em um duplo atentado cometido por duas mulheres-bomba em um mercado, informaram à agência EFE voluntários civis que apoiam o Exército do país na luta contra o grupo terrorista Boko Haram. 

O novo ataque ocorreu após 35 pessoas serem assassinadas entre ontem e hoje em vários ataques na cidade de Maiduguri, capital do Estado de Borno e,  assim como Madagali, fica no nordeste do país, onde a maioria da população é muçulmana e onde o Boko Haram mais semeia o terror.

O Exército confirmou o duplo atentado de hoje, mas ainda não um número oficial de vítimas. O governo nigeriano informou recentemente sobre seus avanços na luta contra o grupo fundamentalista islâmico Boko Haram. A campanha do governo destruiu boa parte de sua capacidade militar e recuperou os territórios mais importantes em poder dos terroristas.

Diante deste enfraquecimento, os fundamentalistas dirigiram seus ataques nos últimos meses a alvos considerados fáceis, como mercados, estações de ônibus e outros lugares onde se concentram multidões.

O grupo fundamentalista islâmico assassinou pelo menos 12 mil pessoas nos últimos cinco anos, 3 mil delas só em 2014, segundo as autoridades nigerianas. / EFE

Tudo o que sabemos sobre:
NigériaBoko Haram

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.