Ataque com granada deixa dois mortos no México

Um ataque com granadas contra um restaurante na quarta-feira matou duas pessoas e deixou pelo menos 16 feridas, incluindo o motorista do prefeito da cidade de Petatlan. Foi o segundo ataque do gênero em três dias na costa do Pacífico mexicana. A polícia tenta encontrar pistas sobre o ataque, que aconteceu por volta da uma da manhã local. O escritório da Promotoria Federal, emitiu um comunicado afirmando que o ataque parece ter se originado de uma discussão entre dois indivíduos, mas não forneceu maiores informações. O diretor do hospital local, Esteban Cardenas Perez, informou que foram recebidos 30 feridos. Os dados veiculados pela Promotoria mencionavam apenas 16 feridos. Muitas da vitimas eram funcionários da Prefeitura, informou o assistente do prefeito Antonio Miralrio, e incluíam o motorista Ignacio Estrada Rosas, de 27 anos. A condição de saúde do motorista não foi informada. O prefeito não estava no restaurante. O ataque aconteceu dois dias depois que homens não identificados lançaram uma granada em uma residência em Acapulco, deixando cinco feridos. Investigadores associam a violência a uma disputa entre gangues rivais no norte do México, por rotas de contrabando para os Estados Unidos.

Agencia Estado,

12 Abril 2006 | 20h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.