Ataque com mísseis dos EUA pode ter matado 6 no Paquistão

Bombardeio de aviões não tripulados teria ocorrido no Waziristão do Norte, região fronteiça com o Afeganistão

Agência Estado,

02 de fevereiro de 2010 | 14h03

Funcionários da inteligência paquistanesa disseram suspeitar que aviões não tripulados dos EUA dispararam nesta terça-feira, 2, oito mísseis em duas instalações no noroeste do Paquistão, perto da fronteira afegã, matando pelo menos seis supostos militantes.

 

As fontes, que pediram anonimato, afirmaram que o ataque desta terça ocorreu na área de Degan, no Waziristão do Norte, parte da região tribal semiautônoma dominada por militantes. Esses rebeldes lançam ataques contra tropas dos EUA e da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no Afeganistão.

 

Os EUA se recusam a discutir os ataques com aviões não tripulados, comandados pela CIA no Paquistão. Funcionários já disseram, porém, em conversas particulares, que os ataques com mísseis mataram vários líderes do Taleban e da Al-Qaeda. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
PaquistãobombardeioWaziristão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.