Ataque com míssil deixa ao menos 29 mortos na Síria

Pelo menos 29 pessoas morreram, incluindo 19 crianças, em um ataque com míssil feito pelas forças do regime sírio no norte da cidade de Alepo, disse neste sábado o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, revisando o número divulgado anteriormente.

Agência Estado

27 de julho de 2013 | 17h49

"Pelo menos 29 pessoas, incluindo 19 crianças e quatro mulheres, foram mortas no bairro Bab Nairab de Alepo, em um ataque com mísseis por forças do regime" na sexta-feira, afirmou a agência, baseada na Grã-Bretanha e que conta com uma ampla rede de médicos e ativistas. O saldo anterior era de 18 mortos, sendo três crianças.

Um grupo militante disse que o número pode aumentar à medida que as operações de resgate ainda estão em curso neste sábado. O Observatório disse que o Exército estava mirando sedes dos grupos rebeldes, mas que o míssil "caiu dezenas de metros distante do alvo".

Mais cedo, a mídia estatal da Síria disse que rebeldes radicais teriam matado até 123 pessoas em uma cidade na província de Alepo. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Síriamíssil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.