Ataque com míssil mata 12 rebeldes no Paquistão

Um míssil disparado por um suposto avião teleguiado norte-americano matou doze pessoas no Paquistão nesta sexta-feira. O ataque ocorreu numa região tribal onde forças norte-americanas baseadas no Afeganistão combatem rebeldes da Al-Qaeda. O míssil atingiu uma casa na periferia de Miranshah, principal cidade da província do Waziristão do Norte.Foi o quinto ataque deste tipo em duas semanas de combates aos militantes do Taleban ou da Al-Qaeda escondidos na montanhosa região tribal. Os 12 mortos eram apontados como rebeldes, segundo moradores da região. A casa teria sido alugada como escritório pela organização rebelde afegã Al Badar.Ontem, forças de segurança paquistanesas mataram ontem cerca de 100 rebeldes ligados à Al-Qaeda durante confrontos em Bajaur, perto da fronteira com o Afeganistão. O "The New York Times" informou que o presidente americano, George W. Bush, autorizou secretamente, em julho, que suas forças lançassem ataques no Paquistão, sem a permissão de Islamabad. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.