Ataque contra base dos EUA deixa um ferido em Bagdá

Uma base do Exército dos Estados Unidos nos arredores de Bagdá foi atacada na manhã de hoje com disparos de morteiro e um soldado ficou levemente ferido por estilhaços, informaram militares americanos. Foi o primeiro ataque de morteiro contra tropas dos Estados Unidos na capital desde o fim da guerra, disse o tenente Clint Mundinger, oficial de inteligência da Polícia Militar americana.Foram três rodadas de disparos contra a base do 270º Batalhão Blindado - parte da 1ª Divisão Blindada -, no oeste de Bagdá. "Tem de ter havido algum trabalho de reconhecimento para identificar um alvo", avaliou o tenente. "Foi provavelmente alguém com treinamento militar."Ataques contra militares americanos no Iraque se intensificaram na semana passada, deixando pelo menos cinco mortos e mais de uma dezena de feridos. Oficiais americanos afirmam não acreditar tratar-se de um esforço coordenado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.