Ataque contra edifício administrativo deixa 12 mortos no Afeganistão

O ataque feito por cinco insurgentes tinha como objetivo atingir o escritório do governador de Farah

EFE,

17 Maio 2012 | 06h10

SÃO PAULO - Seis policiais, cinco talibãs e um civil morreram e outras 16 pessoas ficaram feridas nesta quinta-feira, 17, após o ataque de um comando talibã contra um edifício administrativo na província afegã de Farah, no oeste do país, informou à Agência Efe uma fonte oficial.

 

O ataque foi perpetrado por cinco insurgentes que tinham o objetivo de entrar no escritório do governador de Farah, segundo relatou o porta-voz do próprio líder provincial, Naqibulá Farahi.

 

Um dos agressores detonou a carga explosiva que levava consigo na porta do edifício, e os demais terroristas conseguiram entrar nas instalações, mas morreram durante um tiroteio travado com as forças de segurança afegãs.

 

De acordo com Farahi, durante o ataque também morreram seis policiais e um civil, e outros 16 civis, entre eles uma mulher, ficaram feridos.

 

"Todos os suicidas estão mortos e a luta terminou", concluiu o porta-voz, indicando que forças internacionais prestaram apoio durante a operação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.