Ataque contra Ministério da Informação em Cabul mata 5

Pelo menos 10 pessoas ficaram feridas; explosão derrubou muros do prédio próximo à entrada principal

Efe,

30 de outubro de 2008 | 06h14

Pelo menos cinco pessoas morreram e mais de 10 ficaram feridas em um ataque suicida perpetrado nesta quinta-feira, 30, contra o Ministério de Informação e Cultura afegão, em pleno centro de Cabul, segundo uma fonte policial. A fonte, contatada pela Agência Efe no local, explicou que um terrorista detonou a carga explosiva que carregava junto a seu corpo na entrada do Ministério, enquanto um segundo homem-bomba foi morto pela Polícia local. No entanto, o subchefe da Polícia local, Alishah Ahmadzai, disse à Efe que "ainda se desconhece a causa da explosão", que aconteceu por volta das 10h45 locais (4h15 de Brasília) e que, de acordo com seus dados, matou quatro pessoas e feriu seis, quatro delas gravemente. A explosão, que derrubou um dos muros do prédio, "aconteceu na entrada principal" do Ministério, onde está situado o centro de imprensa, acrescentou Ahmadzai. Segundo esta fonte, várias crianças de uma creche próxima ficaram feridas em conseqüência da explosão. O Ministério atacado fica no centro da capital afegã, e nas proximidades do Palácio Presidencial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.