Ataque contra navio matou nove turcos

PARA LEMBRAR

, O Estado de S.Paulo

29 de junho de 2010 | 00h00

No dia 31, o navio turco Mavi Marmara foi interceptado pela Marinha israelense enquanto tentava romper o bloqueio contra a Faixa de Gaza. O confronto entre ativistas e militares matou nove cidadãos turcos. Quase 700 ativistas foram presos e deportados. Os navios, que levavam toneladas de suprimentos para Gaza, ainda estão retidos em um porto israelense. Israel acusa os organizadores da frota de dar apoio ao Hamas e diz que os manifestantes causaram o incidente quando agrediram os soldados. O governo afirma que o grupo usou estilingues, bolas de gude, martelos, pedaços de pau e barras de ferro como armas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.