Ataque contra ônibus escolar mata 6 no Paquistão

Grupo de homens armados abriu fogo contra veículo; outras 15 pessoas, a maioria crianças, ficaram feridas

13 Setembro 2011 | 09h29

ISLAMABAD - Ao menos seis pessoas morreram - em sua maioria crianças - e outras 15 ficaram feridas em um ataque cometido por um grupo de homens armados contra um ônibus escolar no noroeste do Paquistão, informaram fontes oficiais nesta terça-feira.

 

O ataque ocorreu na região de Mattani, situada a 30 quilômetros ao sul da capital da conflituosa província de Khyber-Pakhtunkhwa, Peshawar, afirmou fonte policial ao canal privado paquistanês "Express Tv".

Um grupo de homens armados atirou contra o veículo e, segundo uma fonte policial citada por outro canal, "Geo TV", matou o motorista e cinco crianças de uma região próxima ao local.

 

Os estudantes feridos foram levados para hospitais próximos das regiões tribais onde os rebeldes taleban e alguns militantes da organização terrorista Al-Qaeda têm suas principais fortificações. Nenhum grupo assumiu a autoria do ataque.

 

Em Mattani, ocorreram vários atentados e explosões nestes meses. Os moradores acreditam que as ações são uma represália dos rebeldes pela decisão dos moradores de Kalakhel de formar uma milícia tribal contra os taleban.

 

Tanto as áreas tribais quanto o noroeste do Paquistão estão dominadas pela etnia pashtun, da qual procedem tradicionalmente os insurgentes taleban, que atuam tanto nesse país quanto, principalmente, no vizinho Afeganistão.

Mais conteúdo sobre:
Paquistão atentados Taleban Al-Qaeda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.