Ataque contra veículo da Força Aérea mata 14 no Paquistão

Pelo menos 12 pessoas foram feridas na explosão; entre as vítimas está uma menina de 5 anos

Efe e Associated Press,

12 de agosto de 2008 | 08h21

A explosão de uma bomba na passagem de um veículo da Força Aérea do Paquistão matou pelo menos 14 pessoas nesta terça-feira, 12, incluindo uma menina de 5 anos, no noroeste do Paquistão. Outras 12 pessoas foram feridas.   O atentado ocorreu quando o caminhão passava por uma ponte nos arredores de Peshawar, capital da conflituosa província da Fronteira Noroeste, informou a cadeia de televisão Dawn TV. A explosão causou uma grande cratera na estrada que leva à cidade de Kohat, da qual tinha saído o veículo, que continua em chamas, enquanto os serviços de resgate tentavam apagar o fogo.   O chefe do Ministério do Interior, Rehman Malik, disse que militantes da Al-Qaeda seriam responsáveis pelo ataque. Ele afirmou que o Paquistão está combatendo a ação de militantes do Taleban, mas não afirmou se o atentado seria uma retaliação às operações.   O porta-voz do governo na província Mian Iftikhar Hussain afirmou que a maioria das 14 vítimas do atentado eram parte da equipe da Força Aérea. Uma menina de 5 anos que estava próxima ao veículo está entre os mortos, segundo afirmou Nisar Khan, oficial da polícia de Peshawar.   A Província da Fronteira Noroeste é uma das áreas mais conflituosas do Paquistão, devido à atividade fundamentalista, que se concentra nas áreas tribais fronteiriças com o Afeganistão e no Vale de Swat.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãoatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.