Ataque da Al Qaeda mata cinco soldados do Iêmen

Cinco soldados do Iêmen foram mortos em um ataque realizado por elementos da Al Qaeda, perto da instalação de gás de Balhaf, informou uma fonte militar.

MARCELLE GUTIERREZ, Agência Estado

11 de agosto de 2013 | 10h56

"Os agressores chegaram de carro ao posto de controle do exército, próximo das instalações de Balhaf. Eles abriram fogo com armas automáticas, matando cinco soldados antes de fugirem", disse a fonte, em condição de anonimato.

Os soldados pertenciam à unidade do exército responsável pela segurança da instalação de Balhaf, na província de Shabwa, da qual parte é administrada pela companhia francesa Total.

O ataque deste domingo segue uma onda terrorista contra pontos dos EUA, no qual a militantes da Al Qaeda são suspeitos de matar 38 pessoas no Iêmen, desde 28 de julho. Ameaças terroristas causaram um alarme de segurança e cerca de 19 embaixadas e consulados norte-americanos foram fechados no Oriente Médio e África nos últimos dias. Fonte: Dow Jones Newswire.

Tudo o que sabemos sobre:
atentadoIêmenAl Qaeda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.