Ataque da Otan mata 8 civis no Afeganistão

Cabul, 27 - Um ataque da Organização das Nações do Atlântico Norte (Otan) matou oito membros de uma mesma família, incluindo crianças, de acordo com autoridades do Afeganistão, que afirmam que ataques como esse prejudicam a confiança da população civil nas tropas internacionais que estão lutando no país por mais de um década.

Agência Estado

27 Maio 2012 | 10h44

A coalizão liderada pelos Estados Unidos afirmou que estava a par da acusação e estava investigando o ataque realizado na noite de sábado em uma remota parte da província de Paktia. A morte de civis por forças estrangeiras tem sido um grande ponto de atrito entre a relação do presidente do Afeganistão Hamid Karzai com seus parceiros internacionais.

O líder afegão advertiu no início deste mês que as baixas civis poderiam minar a parceria estratégica com os Estados Unidos. A Otan também informou no domingo que quatro membros da coalizão foram mortos em ataques com bombas em estradas no sul do Afeganistão, elevando para 166 o número de membros da Otan apenas em 2012.

O Ministério da Defesa Britânico disse que um de seus soldados foi morto no sábado em uma explosão na região de Nahr-e Saraj na província de Helmand. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Otan Afeganistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.