Efe
Efe

Ataque das Farc deixa 7 policiais mortos e 12 feridos na Colômbia

Ataque aconteceu em região montanhosa do país; jornalista está sequestrado há 12 dias pelo grupo

Efe,

10 Maio 2012 | 12h30

BOGOTÁ - Pelo menos sete policiais colombianos morreram e outros 12 ficaram feridos após um ataque das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) em um acampamento montado para acabar com o cultivo de coca na fronteira com a Venezuela, informaram nesta quinta-feira, 10, as autoridades regionais.

Veja também:

link Farc apresentam condição para libertação de jornalista francês

O ataque foi registrado em uma região montanhosa da aldeia rural da Gabarra, em Tibú, município do departamento do Norte de Santander, confirmou o governador desta região, Edgar Díaz.

"É lamentável. trata-se de um dia de luto para a Polícia Nacional", declarou Díaz à imprensa ao confirmar que o ataque causou a morte de sete policiais e deixou mais 12 feridos.

O governador explicou que os integrantes das Farc surpreenderam os agentes policiais na madrugada desta quinta com o lançamento de bujões de gás doméstico carregados com explosivos, que eram acionados por disparos de armas.

Quatro policiais morreram no local e os outros três faleceram a caminho do hospital público "Erasmo Meoz", cujo coordenador, o médico Eusébio González, preferiu não divulgar o diagnóstico dos feridos. Segundo o relatório clínico divulgado posteriormente, os policiais feridos sofreram queimaduras graves e fraturas.

Os policiais pertenciam ao Esquadrão Móvel de Carabineiros (Emcar) e faziam parte de uma brigada que trabalhava em um programa de erradicação aos cultivos de coca.

"Infelizmente, este processo de erradicação só contribuiu para que os terroristas avançassem ainda mais", sustentou o governador, que alega que é necessário buscar novas alternativas contra os cultivos ilegais e para os camponeses que vivem deles.

 

Mais conteúdo sobre:
FArc Colômbia Ataque das Farc

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.