Ataque das Farc mata 6 militares e 3 rebeldes

Cinco dias após libertar os últimos dez reféns, sequestrados há mais de uma década, as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) voltaram a investir ontem contra o governo de seu país. Um ataque da milícia contra militares no Departamento (Estado) de Chocó deixou ao menos seis soldados do governo e três guerrilheiros mortos. O ataque das Farc ocorreu no mesmo dia em que um de seus principais líderes, Luciano Marín Arango, conhecido como Iván Márquez, negou, em vídeo, que a guerrilha esteja enfraquecida.

O Estado de S.Paulo

09 de abril de 2012 | 03h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.