Ataque de avião não tripulado dos EUA mata 6 no Paquistão

Avião-espião lançou três mísseis que caíram sobre uma casa; ataques contra supostos alvos da insurgência talibã ou da Al Qaeda costumam basear-se em informações precisas no terreno e para efetuá-los existe um acordo tácito com a parte paquistanesa

Efe,

21 de fevereiro de 2011 | 04h35

ISLAMABAD - Pelo menos seis pessoas morreram e duas ficaram feridas em um ataque de um avião não tripulado dos Estados Unidos na região tribal paquistanesa do Waziristão do Sul (oeste), informaram nesta segunda-feira, 21, fontes oficiais.

 

O avião-espião lançou três mísseis na noite do domingo que caíram sobre uma casa da localidade de Panga, cerca de 15 quilômetros da principal cidade da região, Wana, segundo uma fonte de Inteligência citada pelo canal privado Geo TV.

 

Segundo fontes de segurança, estes ataques contra supostos alvos da insurgência talibã ou da Al Qaeda costumam basear-se em informações precisas no terreno e para efetuá-los existe um acordo tácito com a parte paquistanesa.

 

Embora os aviões tripulados dos EUA atuem com assiduidade no cinturão tribal paquistanês, este é o primeiro ataque desde que, no final de janeiro, um norte-americano identificado como diplomata matou dois supostos assaltantes paquistaneses na cidade de Lahore (leste), em um caso que colocou em tensão as relações bilaterais.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistão, EUA, avião-espião

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.