Ataque de avião teleguiado dos EUA mata 15 no Paquistão

Uma aeronave teleguiada dos Estados Unidos fez dois ataques em regiões rurais do Paquistão, em uma área próxima à fronteira com Afeganistão, matando 15 supostos militantes, incluindo dois militantes seniores, disseram nesta terça-feira autoridades da segurança e da inteligência.

SAUD MEHSUD, REUTERS

13 de março de 2012 | 14h45

No primeiro ataque, o avião não tripulado disparou mísseis contra um veículo na área de Birmal, em uma região tribal do Waziristão do Sul, matando oito pessoas.

Entre os mortos, estão Shams Ullah e Amir Hamza, comandantes de uma facção militante pró-governo liderada por Maulvi Nazir, um dos líderes militantes mais influentes na região.

Sete supostos militantes morreram no segundo ataque um dia depois, quando um avião teleguiado disparou mísseis contra um veículo na área de Sara Khawra, na fronteira entre o Waziristão do Norte e o Waziristão do Sul.

Diversos grupos militantes, incluindo o Taliban e a Al Qaeda, operam nas regiões de fronteira semiautônomas do Paquistão, aproveitando-se da fronteira porosa com o Afeganistão para executar ataques ou tramar ações em outros lugares.

(Reportagem adicional de Hafiz Wazir, em Wana; de Jibran Ahmad, em Peshawar; de Mustansar Baloch, em Dera Ismail Khan; de Haji Mujtaba, em Miranshah; e de Ali Afzaal, e Parachinar)

Tudo o que sabemos sobre:
PAQUISTAOEUADRONE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.