Ataque de comando terrorista mata três militares na Argélia

Atentado na região de Biskra, leste da Argélia, matou três militares e feriu outros sete. O autor da ação, conforme informou nesta terça-feira, 3, o jornal El Jabar, seria um comando terrorista, que atacou uma unidade militar quando se deslocava pela estrada entre as localidades de Batna e Mechunech. O Grupo Salafista para a Pregação e o Combate se responsabilizou pelo ataque. O grupo é um bando fundamentalista que já é conhecido como a "Al Qaeda do Magrebe" após sua afiliação à rede do terrorista de origem saudita Osama Bin Laden.O jornal L´Expresion afirma que na província de Bujía, ao leste de Argel, acontece há dez dias uma grande operação militar destinada a eliminar vários comandos salafistas que se entrincheiraram nos montes da região.Segundo o jornal, até agora o balanço das perdas sofridas pelos salafistas é de quinze mortos, embora se suponha que mais de uma centena de terroristas continue na área.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.