Ataque de homem-bomba deixa três mortos na Nigéria

Um homem-bomba detonou explosivos nesta segunda-feira próximo a uma procissão religiosa organizada pela Irmandade Muçulmana no nordeste da cidade nigeriana de Potiskum. Ele e outros dois civis morreram, de acordo com testemunhas.

Estadão Conteúdo

03 Novembro 2014 | 14h59

Membros da Irmandade Muçulmana detiveram dois suspeitos perto da explosão e recusaram-se a entregá-los para os militares, afirmou Mohammed Adamu, um alfaiate que fazia parte do desfile nas ruas. A multidão começou a agredir os suspeitos e soldados atiraram para o alto. Um bala matou um membro da Irmandade Muçulmana, de acordo com Adamu.

Em seguida, a multidão cedeu e entregou ambos à polícia. Os dois homens foram em más condições de saúde para um hospital, junto com cerca de 25 pessoas que ficaram feridas na explosão, principalmente mulheres e crianças.

É o primeiro ataque em meses em Potiskum, capital do estado de Yobe, por supostos membros do grupo extremista islâmico Boko Haram. Recentemente, eles ocuparam cidades e vilarejos nos estados vizinhos de Borno e Adamawa. O Exército anunciou que o Boko Haram tinha concordado com um cessar-fogo imediato em 17 de outubro, mas os sequestros e ataques realizados pelo grupo continuaram. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Nigériaviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.