AFP PHOTO
AFP PHOTO

Ataque de insurgentes em um mercado na Índia deixa ao menos 12 mortos

Fontes afirmam que vítimas pertenciam a ‘diferentes comunidades’ e que ação acontece em um contexto de tensão frequente entre vários grupos étnicos e religiosos que habitam a região

O Estado de S.Paulo

05 Agosto 2016 | 09h07

NOVA DÉLHI - Pelo menos 12 pessoas morreram e diversas ficaram feridas depois que três supostos insurgentes abriram fogo nesta sexta-feira, 5, em um mercado de uma cidade no nordeste da Índia, informou uma fonte oficial.

O ataque aconteceu por volta das 11h locais (2h30 em Brasília) em um mercado do distrito de Kokrajhar, no Estado de Assam, onde estão ativos vários grupos insurgentes, afirmou o subcomissário da Administração regional, P.K. Bhagawati.

Segundo a fonte, as vítimas pertenciam a "diferentes comunidades", e o incidente aconteceu em um contexto de tensão frequente entre vários grupos étnicos e religiosos que habitam a região e que já se enfrentaram em ocasiões anteriores.

O ministro do Interior da Índia, Rajnath Singh, afirmou em sua conta no Twitter que está em contato com as autoridades do governo de Assam e acompanha a situação.

Anteriormente, a polícia local culpou pelos ataques frequentes o grupo conhecido como Frente Nacional Democrática de Bodoland, que luta pela independência do Estado.

Ativistas de ambas as comunidades já protagonizaram em 2012 confrontos armados violentos que deixaram mais de 100 mortos, provocaram a destruição de aldeias e um êxodo de milhares de pessoas. / EFE

Mais conteúdo sobre:
Índia Mercado ataque armado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.