Ataque de militantes deixa 10 mortos no leste afegão

Militantes suicidas detonaram os explosivos que carregavam diante da entrada de um complexo do governo afegão no leste do país, na madrugada desta sexta-feira, abrindo caminho para insurgentes armados invadirem o local e darem início a um longo tiroteio que deixou 10 mortos, informaram as autoridades locais.

AE, Agência Estado

29 de junho de 2012 | 12h52

O ataque dos militantes - 17 no total - ocorreu no distrito de Kamdesh, na província do Nuristão, às 3h (horário local), segundo o governador Tamim Nuristani.

Ninguém se responsabilizou pelo atentado, mas seu estilo é semelhante ao de outros lançados pelo grupo fundamentalista islâmico Taleban, que normalmente tem como alvo instalações do governo ou da coalizão militar liderada pelos Estados Unidos.

O complexo reúne os escritórios do governo distrital e as residências das autoridades locais e de policiais. Entre os mortos, estavam quatro mulheres, três policiais e três membros de uma milícia financiada pelo governo.

O remoto distrito de Kamdesh fica numa área montanhosa próxima à fronteira com o Paquistão, o que dificulta as patrulhas das forças de segurança afegãs. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Afeganistãoviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.