Ataque de militantes mata 15 no noroeste do Paquistão

A explosão de uma bomba em um conjunto de edificações no noroeste do Paquistão matou nove pessoas e feriu 20 neste sábado, segundo o governo local e oficiais do setor de inteligência.

Reuters

21 de julho de 2012 | 10h03

A área atacada fica próxima ao vilarejo de Spin Tal, na região tribal de Orakzai, e abrange unidades residenciais e um escritório que eram usados por uma milícia local. Há vários meses os militares paquistaneses têm realizado operações nessa parte do país contra grupos de militantes.

"Não estamos certos se um atacante suicida atingiu o complexo ou se um grupo de militantes estava armando uma bomba e ela explodiu acidentalmente", disse uma autoridade do governo local, que pediu anonimato.

Os feridos foram removidos para um hospital no vizinho distrito de Hangu. Um funcionário do hospital disse à Reuters que várias das vítimas estavam em estado grave.

(Reportagem de Ali Afzaal em PARACHINAR e Gul Yusufzai em QUETTA; Reportagem adicional de Haji Mujtaba em MIRANSHAH; Texto de Qasim Nauman)

Mais conteúdo sobre:
PAQUISTAOATENTADOPARACHINAR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.