Ataque de morteiro mata 8 da mesma família na Somália

Um ataque de morteiro na Somáliamatou oito pessoas de uma família em um campo de refugiados nodomingo, no mais recente incidente violento na disputa entrerebeldes islâmicos e o governo interino do país, disseramtestemunhas. "Minha mulher, cinco filhos e dois parentes foram mortos naexplosão", disse Madey Sufi Moalim, que tinha saído para fazercompras quando o morteiro atingiu o acampamento ao norte deMogadíscio. "Eles estavam estraçalhados. Minha mulher estava grávida emeus filhos tinham idades de dois a oito anos. Meus vizinhosestão me ajudando a recolher os pedaços da minha famíliamorta." Em outro incidente, rebeldes enfrentaram tropas do Exércitoao sul da capital e atacaram tropas de paz de Uganda quecontrolam a junção K4 da cidade. "Enfrentamo-nos em combate. Ninguém ficou ferido", disse ocapitão Paddy Ankunda, porta-voz da força de paz africana. O Chifre da África mergulhou no caos desde que líderesrebeldes guerrilheiros tiraram o ditador Mohammed Siad Barre dopoder, em 1991. O governo de transição é o 14o do país a tentarrestaurar a ordem. (Reportagem de Aweys Yusuf)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.