Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Ataque de rebeldes a mercado nas Filipinas deixa três mortos

Dois rebeldes comunistas e um civil morreram quando integrantes do Novo Exército do Povo (NEP), o braço armado do ilegal Partido Comunista das Filipinas, atacaram um mercado público, informaram nesta sexta-feira, 16, fontes policiais.O civil morto foi identificado como Gospel Laurejas. Ele levou um tiro na cabeça.Um policial e uma criança foram feridos. Jessie Gantila, de 10 anos, foi levado a um ambulatório. O agente da polícia recebeu um ferimento na mão.Segundo a versão policial, o incidente ocorreu na quinta-feira à tarde, na província de Compostela Valley, cerca de 950 quilômetros a sudeste de Manila. Sete homens do NEP atiraram num policial num mercado."Estamos em alerta porque esperamos que o NEP aproveite qualquer oportunidade de atacar", disse o diretor da polícia regional, Andres Caro.O Partido Comunista de Filipina fundou em 1969 o NEP, que na atualidade conta com cerca de 7.200 combatentes e costuma promover ações armadas quase diariamente. A presidente filipina, Gloria Macapagal Arroyo, ordenou no ano passado uma nova ofensiva para acabar com a rebelião comunista até 2010.

Agencia Estado,

16 de março de 2007 | 03h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.