Ataque de rebeldes causa 15 mortes no Iêmen

Um ataque a bomba em um complexo do exército matou seis soldados e dois civis nesta quarta-feira em Áden, uma cidade portuária do sul do Iêmen.

AE, Agência Estado

02 de abril de 2014 | 17h44

O ataque, que é atribuído aos grupos locais que têm ligação com a Al-Qaeda, começou quando militantes explodiram um carro com explosivos na porta de um complexo do exército, informam policiais. Médicos que socorreram as vítimas informaram que três militantes morreram no tiroteio que se seguiu ao ataque.

Mais tarde, o Ministério da Defesa informou que outros sete militantes foram mortos durante uma perseguição pelas tropas e dois rebeldes foram detidos. As autoridades informaram ainda que o governo retomou o controle da área, mas que apenas um civil teria morrido.

O ataque de Áden é semelhante ao que ocorreu na sede do Ministério da Defesa na capital do país, Sanaa, em dezembro do ano passado, que matou 50 pessoas. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
IêmenAtentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.