Ataque de rebeldes deixa 11 mortos no Nepal

Um grupo rebelde detonou bombas no Nepal e atacou, nesta terça-feira, um quartel policial de Lejnath, um povoado a 200 km de Katmandu. Seis agentes e dois civis que passavam próximo ao quartel morreram no tiroteio. Minutos antes de começarem a atirar, os rebeldes também detonaram duas bombas no povoado, matando pelo menos três pessoas.A polícia acredita que as explosões são uma tentativa dos rebeldes de desviar a atenção da polícia e do Exército. Os combates entre os rebeldes e as tropas do governo têm se intensificado desde agosto, quando foram encerradas as negociações de paz, pondo fim a uma trégua de sete meses. Os rebeldes maoístas lutam desde 1996 pela abolição da monarquia constitucional do Nepal e a instauração de um estado comunista. Mais de 7.500 pessoas já morreram desde o começo do conflito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.