Google Maps
Google Maps

Ataque de rebeldes iemenitas a aeroporto saudita deixa um morto

Vinte e um civis ficaram feridos; autoridades sauditas e milícia iemenita confirmaram o ataque

Redação, O Estado de S.Paulo

24 de junho de 2019 | 06h08

Uma pessoa morreu e 21 ficaram feridas em ataque de rebeldes iemenitas ao aeroporto de Abha, na Arábia Saudita. As informações são da coalizão árabe que intervém no Iêmen.

"Um ataque terrorista das milícias huties, apoiadas pelo Irã, atingiu o aeroporto de Abha. Um residente sírio morreu e 21 civis ficaram feridos", disseram as autoridades sauditas.

Por sua vez, os huites anunciaram em seu canal de televisão Al Massirah que "haviam atacado com drones os aeroportos de Abha e Jizane" (sul da Arábia Saudita).

Crise humanitária no Iêmen

O Iêmen tem hoje mais de 3,3 milhões de deslocados internos e 24 milhões de pessoas que precisam de ajuda, o que corresponde a quase 80% da população, de acordo com o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur).

A desnutrição é o "fator subjacente" em mais de 60% das mortes por diarreia, pneumonia e em mais de 40% das mortes por sarampo. Além disso, elevou as taxas de mortalidade no parto, segundo a porta-voz da Organização Mundial da Saúde (OMS) no Iêmen, Christine Cool. / Com informaçõs da AFP e EFE.

Tudo o que sabemos sobre:
Arábia Saudita [Ásia]Iêmen [Ásia]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.