Ataque deixa 15 mortos em região rebelde no noroeste da China

Pelo menos 15 pessoas foram mortas quando um grupo jogou explosivos em uma rua movimentada onde comerciantes vendiam comida na região rebelde chinesa de Xinjiang, informou a agência de notícias oficial Xinhua neste sábado.

REUTERS

29 Novembro 2014 | 12h34

Entre as vítimas estão 11 criminosos mortos pela polícia, disse a agência, e 14 pessoas ficaram feridas. Os atacantes também esfaquearam pessoas no ataque ocorrido na sexta-feira no Condado de Shache, disse o site estatal de notícias Tianshan News.

O site disse que a polícia encontrou artefatos de detonação, grandes facas e machados na cena do crime.

Ataques mortais no noroeste do país nos últimos anos deixaram centenas de mortos. O governo tem atribuído a maioria dos ataques a separatistas uigures, que dizem querer formar um país independente chamado Turquestão Oriental.

Pesadas restrições a jornalistas em Xinjiang tornam difícil a verificação de tais incidentes.

(Reportagem de Brenda Goh)

Mais conteúdo sobre:
CHINAXINJIANGATAQUE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.