Ataque deixa um morto e diversos feridos em base em Cabul

Um homem tentou lançar, nesta quinta-feira, uma granada contra uma base das forças de paz em Cabul, informaram autoridades locais. O homem suspeito de estar de posse da granada morreu e três civis afegãos ficaram ferido no ataque, o segundo desta semana contra a Força Internacional de Assistência e Segurança (conhecida pela sigla ISAF, suas iniciais em inglês).Um segundo homem foi detido por suspeita de ligação com o caso. Segundo o chefe de polícia Abdul Raouf Taj, o homem detido possuía algumas granadas, "mas foi preso antes que pudesse acioná-las".Nenhum membro das forças de manutenção de paz está entre as vítimas.A explosão ocorreu em frente ao Campo Warehouse, uma base situada a cerca de 10 quilômetros do centro de Cabul ocupada majoritariamente por soldados alemães, disse à Associated Press o major britânico Gordon McKenzie, porta-voz das forças de manutenção de paz. Tony Grubb, líder do esquadrão neozelandês em Cabul, garantiu que nenhum soldado da ISAF ficou ferido no incidente. Segundo ele, os feridos foram internados no hospital militar da ISAF. Ainda não se sabe com exatidão o estado de saúde dos feridos.De acordo com a polícia, um homem explodiu uma granada quando começou a ser perseguido por agentes de segurança. Grubb disse que o homem lançou a granada e agentes de segurança abriram fogo em resposta."Acreditamos que a pessoa que lançou a granada é a mesma que morreu", disse ele. Não estava claro quem foi o autor dos disparos que mataram o suspeito. No local da explosão, soldados alemães armados isolaram a área, mantendo os civis à distância.Na terça-feira, dois soldados norte-americanos e um intérprete ficaram feridos depois que uma granada foi lançada contra o veículo em que viajavam pelo centro de Cabul. A segurança na capital afegã foi reforçada após o incidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.