Ataque do Taleban deixa 19 policiais e 7 soldados mortos no Afeganistão

Combatentes cercaram complexo policial da Província de Helmand

O Estado de S. Paulo

25 de maio de 2015 | 18h37

CABUL - Homens armados do Taleban mataram 19 policiais e 7 soldados e cercaram um complexo da polícia na instável Província de Helmand, no sul do Afeganistão, disse nesta segunda-feira uma autoridade policial do país, que está no prédio cercado.

O chefe de polícia no distrito de Naw Zad, Napas Khan, afirmou por telefone que os insurgentes avançaram até 20 metros do local, após tomarem veículos da polícia e armas e bloquearem as vias de saída de Naw Zad. "Precisamos de uma resposta imediata do governo", afirmou Khan. Segundo ele, o ataque começou antes do amanhecer, quando insurgentes tomaram vários postos de controle pelo distrito.

Helmand tem sido há tempos uma área de forte presença do Taleban, que lucra bastante com a produção de ópio no fértil vale da região.

Também nesta segunda-feira, um suicida com um caminhão-bomba e outro ataque à beira de uma estrada no sul do Afeganistão mataram 11 pessoas e deixaram dezenas de feridos, enquanto o Taleban entrou em confronto com membros do grupo Estado Islâmico no oeste do país, disseram funcionários afegãos. / AP

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoTalebanataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.