Ataque do Taleban mata 13 soldados afegãos

Militantes do Taleban atacaram um posto militar avançado perto da fronteira leste com o Paquistão nesta sexta-feira, matando pelo menos 13 soldados, informou o Ministério da Defesa.

Agência Estado

12 de abril de 2013 | 09h13

O ataque aconteceu na volátil província que funciona como principal porta de entrada para insurgentes vindos do Paquistão. As hostilidades aumentam na medida em que o clima melhora e torna mais fácil a passagem pela área montanhosa.

O combate teve início de madrugada e durou cerca de cinco horas no distrito de Nari, província de Kunar, informou o porta-voz do Ministério da Defesa, Mohammad Zahir Azimi. Segundo ele, 13 soldados afegãos foram mortos.

O porta-voz do Taleban, Zabiullah Mujahid, assumiu a responsabilidade pelo ataque e disse que os insurgentes tomaram a base, levando munição e armas. Ele afirmou que 15 soldados afegãos foram mortos e que não há mortos ou feridos entre os militantes.

O Taleban e outros insurgentes se refugiam no noroeste do Paquistão e usam Kunar como uma de suas principais rotas de infiltração para o Afeganistão.

A chamada "estação de combate" deste ano é acompanhada com mais atenção, pois as forças afegãs operam com menos apoio da coalizão militar internacional, o que transforma o período num teste para sua capacidade de assumir a segurança do país.

As tropas de combate norte-americanas e de outros países se preparam para deixar o país até o final de 2014 e já assumem um papel de mais assessoria e treinamento para as forças afegãs.

Atualmente, cerca de 100 mil soldados internacionais estão no Afeganistão, dentre eles 66 mil norte-americanos. As tropas dos Estados Unidos devem ser reduzidas para um força de cerca de 32 mil homens até o início do ano que vem. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoTalebanataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.