Ataque dos EUA ao Iêmen mata 11 militantes da Al-Qaeda

Atentados supostamente realizados pelos EUA mataram, nas últimas semanas, ao menos 3 agentes

Agência Estado

13 Maio 2012 | 12h37

Dois ataques supostamente realizados por aviões não tripulados dos EUA mataram 11 militantes da Al-Qaeda no sul do Iêmen, disseram autoridades militares no país. O primeiro atentado ocorreu no sábado, perto da fronteira entre as províncias de Marib e Shabwa, matando seis insurgentes. O segundo ataque atingiu dois carros em Marib, matando cinco combatentes ligados à Al-Qaeda.

No último ano, partes de Marib, Shabwa e outras províncias no sul do país acabaram no controle de militantes da Al-Qaeda, que se aproveitaram da turbulência no Iêmen após a revolta popular que derrubou o líder Ali Abdullah Saleh.

Os EUA não comentaram se estavam por trás dos ataques de sábado. Nas últimas duas semanas, atentados supostamente perpetrados pelos EUA mataram pelo menos três experientes agentes da Al-Qaeda no sul do Iêmen. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Iêmen Al-Qaeda EUA ataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.