Ataque dos EUA em Samarra; negociação de paz fracassa

Aviões americanos bombardearam hoje a cidade sunita de Samarra, a 95 quilômetros de Bagdá, capital do Iraque. Segundo as forças dos EUA, cerca de 50 milicianos iraquianos teriam morrido na operação. Enquanto isso, Mouwaffaq al-Rubaie, assessor da Segurança Nacional e que encabeça em nome do governo interino as negociações de paz com o clérigo radical chiíta Muqtada al-Sadr, tentando acabar com os conflitos na cidade de Najaf, disse hoje que não houve nenhum progresso até o momento. Muqtada al-Sadr exige a retirada imediata das tropas dos EUA e anistia a todos os seus combatentes, em troca de desarmar seus seguidores.

Agencia Estado,

14 de agosto de 2004 | 11h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.