Ataque dos EUA mata 20 militantes no Paquistão

Oficiais da Inteligência paquistanesa informaram nesta quarta-feira que cerca de 20 militantes islâmicos foram mortos em uma casa que foi atacada por dois foguetes disparados por um avião não tripulado dos EUA, perto da fronteira afegã. Os oficiais disseram que 16 dos mortos eram militantes afegãos pertencentes ao grupo Haqqani, uma facção que luta contra a presença dos EUA no Afeganistão. O ataque ocorreu antes do amanhecer na cidade de Miran Shah, principal cidade do distrito tribal do Waziristão do Norte e um dos redutos do taleban paquistanês. Esses ataques feitos por aviões americanos têm causado tensão entre Islamabad e Washington. Desde que Barack Obama assumiu a presidência dos EUA, este tipo de operação aumentou bastante, chegando a um recorde de 118 investidas ao longo de 2010. As informações são da Associated Press.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.