Ataque em aeoropoto somali deixa 3 mortos

Um suicida jogou seu veículo contra um comboio da Organização das Nações Unida (ONU) nas proximidades do aeroporto de Mogadiscio nesta quarta-feira, matando três pessoas, informou a polícia somali.

Estadão Conteúdo

03 de dezembro de 2014 | 09h55

Nenhum funcionário da ONU foi morto ou ficou ferido, mas o ataque danificou dois veículos da organização que integravam um comboio de quatro automóveis, informou o porta-voz Aleem Siddique.

"O carro-bomba atingiu o comboio perto do portão frontal do aeroporto de Mogadiscio. Várias pessoas, dentre elas um oficial do Exército, foram mortas depois de ele tentar parar o veículo", disse o porta-voz Kasim Ahmed Roble.

Soldados dispararam contra pedestres após a explosão, informou Yusuf Haji, que mora na região.

O presidente somali havia entrado na área protegida do aeroporto, que fica na capital do país, pouco antes da explosão e um comboio do governo do Catar havia passado pela área onde houve o ataque minutos antes, informou um funcionário internacional que estava no interior do complexo do aeroporto e falou em condição de anonimato.

O grupo militante islâmico al-Shabb costuma realizar ataques suicidas e com armas de fogo em Mogadiscio. O grupo também assumiu a responsabilidade por dois violentos ataques contra civis quenianos perto da fronteiras entre Quênia e Somália nas duas últimas semanas. Fonte: Dow Jones Newswires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.