Ataque em mesquita no Afeganistão deixa 3 mortos e 4 feridos

Ao mesmo tempo, ocorriam investidas de militantes talebans em outras regiões

Agencia Estado

21 Junho 2007 | 13h07

Homens armados abriram fogo contra pessoas que rezavam em uma mesquita no leste do Afeganistão. Três foram mortas e quatro ficaram feridas, relataram oficiais locais nesta quarta-feira, 20. Ao mesmo tempo, em outro distrito ocorria a invasão de militantes talebans. Agressores também atacaram de surpresa um comboio das Nações Unidas no caminho entre Cabul e Kandahar. Foram mortos dois guardas afegãos e um foi ferido. Dois veículos foram danificados, disse o chefe policial da província de Zabul, Jailani Khan. O ataque à mesquita ocorreu em Ismail Kheil, uma vila vizinha à província de Khost no começo da terça-feira, 19. Dois homens não identificados entraram na construção e fatalmente atiraram em três pessoas. Uma quarta ficou ferida, afirmou Wazir Pacha, um porta-voz da polícia da província. O motivo dos disparos não é conhecido, disse Pacha. No vulnerável sul do país, a polícia enfrentou os insurgentes e retomou o controle do distrito de Miya Nishin em Kandahar no final da terça-feira, 19, um dia depois da invasão dos militantes, disse o chefe da província, Esmatullah Alizai. Entretanto, horas mais tarde, Alizai, contou que suas forças perderam no distrito de Ghorak que fica na mesma província. Kandahar é cercada de montanhas na província de Uruzgan, onde as forças dos militantes talebans e afegãos estão em combate desde sábado, 16. De acordo com a Otan 100 pessoas foram mortas desde então, o que inclui dúzias de civis. A violência tomou cerca de 2.400 vidas, incluindo civis, militantes e soldados durante 2007, de acordo com o levantamento da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.