Ataque fere dois em posto de controle na Cisjordânia

Um militante suicida palestino atacou uma patrulha do exército israelense, próximo a um posto de controle, nesta terça-feira, na Cisjordânia. Segundo os serviços de resgate, duas pessoas ficaram feridas. Uma delas, disseram funcionários do hospital, está em estado de moderado a grave, enquanto a outra tem apenas lesões leves. A Rádio Israel divulgou que ambos são soldados. A explosão foi causada por bombas que estavam com o palestino, que passava pela região numa bicicleta, disse a porta-voz do exército. Em um ataque com mísseis na segunda-feira, Israel matou três militantes palestinos, entre eles um dirigente das Brigadas de Mártires Al Aqsa, grupo rebelde relacionado com a facção Fatah, do líder palestino Yasser Arafat. O comandante de Al Aqsa, Zakariye Zubeydi, jurou que vingaria as mortes num prazo de 24h.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.