Ataque israelense contra mesquita mata dez em Gaza

Autoridades médicas palestinas afirmaram que um ataque aéreo de Israel contra uma mesquita, hoje, na cidade de Beit Lahiya, no norte de Gaza, matou dez pessoas e feriu mais de 30. No mínimo sete pessoas estão em situação crítica. Ainda não está claro se as vítimas são militantes do Hamas. A mesquita tinha o nome de um fundador do grupo islâmico, que foi morto por Israel em 2004.Hoje, o Hamas ameaçou capturar mais soldados rivais se Israel lançar uma ofensiva terrestre à Faixa de Gaza. "Se eles invadirem, Shalit terá mais companheiros", anunciou o Hamas em uma mensagem da rádio interna do grupo. O recado se refere a Gilad Shalit, um soldado israelense capturado pelo Hamas. Ele continua detido em Gaza. Com informações da Dow Jones.

AE-AP, Agencia Estado

03 de janeiro de 2009 | 15h32

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelpalestinosFaixa de Gazamesquita

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.