Ataque israelense deixa dois palestinos mortos em Gaza

Um helicóptero israelense abriu fogo contra o campo de refugiados palestinos de Khan Younis, na Faixa de Gaza, matando um suposto militante de 25 anos e um adolescente civil de 16, denunciaram moradores da região e fontes hospitalares. Outras 22 pessoas ficaram feridas no ataque. De acordo com testemunhas, palestinos dispararam dois mísseis contra tanques israelenses que invadiram o campo, pouco antes do ataque aéreo. Segundo o Exército do Estado judeu, as forças israelenses retiraram-se do campo de refugiados ainda nas primeiras horas da manhã. Na aldeia de Beit Lahiya, também na Faixa de Gaza, quatro crianças foram feridas por disparos israelenses, quando atiravam pedras contra carros que viajavam até um assentamento judaico construído nas proximidades, disseram funcionários palestinos. O Exército israelense alegou que, num intervalo de uma hora, dois diferentes palestinos aproximaram de uma cerca de segurança em torno do assentamento judaico de Nissanit. Em ambos os casos, as pessoas que se aproximaram recusaram-se a parar. Os soldados atiraram contra as pernas dos palestinos, que fugiram.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.